aquarium906x150

Nego do Borel é massacrado nas redes sociais, entenda o caso

0
(0)

Nego do Borel está causando. O cantor e ator (ex-Malhação) divulgou o clipe de “Me Solta”. No video, ele se veste de mulher e beija outra cara na boca. A atitude seria bem vista pelo público gay como “defensor da causa” se o cantor não fosse a favor de (pasmem!) Jair Bolsonaro.

aquarium906x150

Os dois já posaram para uma selfie juntos e o Nego já comentou uma publicação do político no Instagram, temos o print:

E o que a internet está achando disso tudo? O público gay em sua grande maioria acha que foi uma tremenda hipocrisia por ele querer pegar carona com a gente e ao mesmo tempo apoiar um político altamente homofóbico.

Ainda não assistiu? Veja o clipe que já está em #1 no YouTube e já conta com mais de 5 milhões de views em menos de 24 horas:

O canal “Mundo Paralelo” também deu sua opinião sobre o video, assista:

E você, o que achou do clipe? Não deixe de comentar!

Quantas estrelas esse video merece?

Vote abaixo:

Média da votação: 0 / 5. Total de votos: 0

Ninguém avaliou este vídeo ainda.

5 thoughts on “Nego do Borel é massacrado nas redes sociais, entenda o caso

  1. Não vejo problema algum dele apoiar o Bolsonaro, também apoio agora não posso mais ser gay por isso …..

      1. A maioria dos gays que a gente conhece que apoiam o Bolsonaro são extremamente homofóbicos. Gays homofóbicos? Sim, por incrível que pareça é o que mais tem.

  2. Sou gay e apoio Bolsonaro! Acho engraçado esses LGBTs que choram por diversidade, mas é uma diversidade falsa, pq todos tem que ter o pensamento exatamente igual, aí daquele que pensar diferente, deve ser massacrado! É por causa dessa falsa militância que Bolsonaro tem cada vez mais apoio de gays!

    1. Ninguém discute o direito de alguém apoiar quem quiser. Você, Alex – como qualquer outro – pode até fazer campanha pro Bolsonaro: direito seu. O que surpreende e coisa estranheza é que alguém (homossexual, bissexual, transgênero, travesti etc) possa apoiar alguém que – em seu discurso – abertamente denigre a imagem de quem é LGBT, coloca qualquer um destes como seres inferiores e diz que o mundo seria um lugar melhor se não existissem.

      Só posso creditar isso à ignorância (sinônimo de desconhecimento) ou à síndrome de estocolmo (ter prazer em ser agredido e apaixonar-se pelo agressor, defendendo-o até o fim). Você tem outra explicação racional para esse apoio? Qual a proposta dele defende o direitos das minorias existirem enquanto minorias, sem serem discriminadas e agredidas – física e moralmente – todos os dias, nas ruas, quartéis, estabelecimentos comerciais, igrejas, televisão, dentre outros? Só não vale dizer que cada um pode demonstrar afeto entre quatro paredes, mas não no espaço público, porque aí não existe liberdade, mas sim gueto e daí para campos de concentração é um passo (que o digam os judeus, ciganos, comunistas e homossexuais na Europa nazista no século XX).

      Bolsonaro tem seus seguidores entre aqueles que mais se irritam contra a igualdade entre os sexos (mulher como alguém com os mesmos direitos e deveres que um homem), que não admitem negros como iguais (ninguém pode ser julgado, privilegiado ou excluído segundo a cor da pele) e nem nordestinos e nortistas disputado vagas nas cidades do sul e do sudeste (todos os brasileiros devem ter as mesmas oportunidades de educação, lazer, saúde, crescimento profissional etc.).

      Em todo o resto ele não possui proposta alguma: apenas canaliza o desespero das massas por “justiça” (que para ele se resume ao extermínio dos bandidos comuns), repete um discurso conservador religioso por uma suposta manutenção da “família” (só o modelo dele, frise-se: papai, mamãe, filhinhos; como se não houvesse outros arranjos familiares) e um desejo irrefreável de tomar conta da vida afetiva e sexual das demais pessoas.

      O nosso voto, mais uma vez será usado para eleger um pretenso salvador da pátria, um messias pseudo-moralista? Já não passamos por isso excessivas vezes ao longo da nossa história? Acredito que a hora é de eleger gente séria, honesta, comprometida com a democracia, competente, técnica e que respeite o ser humano, o meio ambiente, a igualdade, a liberdade e a solidariedade como formas de convivência pacífica e de desenvolvimento social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *